PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO - 26ª SUBSEÇÃO DE COMODORO

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Novembro de 2018 | Ver mais
D S T Q Q S S
# # # # 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 #

Notícia | mais notícias

Entrega do Prêmio Cândido Rondon tem casa cheia no auditório da OAB-MT

01/11/2018 16:12 | Protagonismo
Foto da Notícia: Entrega do Prêmio Cândido Rondon tem casa cheia no auditório da OAB-MT
 
    imgO apoio e a assistência à pessoa idosa do Estado foram a razão para encher o auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) na tarde da última quarta-feira (31), durante a entrega do 3º Prêmio Cândido Rondon. O homenageado em vida, o padre Anselmo Madriee (78 anos), de Mirassol D’Oeste, falou sobre a necessidade de orientar as pessoas idosas para que tenham uma vida melhor nessa fase. Conforme ele, muitos da comunidade onde atua conseguiram obter a aposentadoria após o trabalho de conscientização.
 
    “A gente visitando as comunidades, celebrando a missa, orientava sobre as aposentadorias, coisas que eu aprendi participando de encontros, dizendo que precisavam ter documentos, tanto para o homem quanto para a mulher. Muitas senhoras, depois que se aposentaram, vieram agradecer porque através dessa pequena orientação, elas tiveram muita facilidade quando chegou o tempo da aposentadoria”, narrou o religioso. 
 
    No bairro Jardim São Paulo, em Mirassol, o padre iniciou uma comunidade paroquial. Foi lá que ele instituiu o Lar Emaús, um conjunto de nove casas que abriga prioritariamente pessoas idosas. A partir da reunião dos idosos da região, iniciou o trabalho de conscientização sobre a questão previdenciária partindo da organização dos documentos. Em virtude desse trabalho, recebeu o Prêmio Cândido Rondon instituído pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa.
 
    Também foi homenageada in memoriam a senhora Ilda de Oliveira e Silva Matos.
 
    O presidente da Comissão do Direito do Idoso da OAB-MT, Isandir Rezende, parceiro na organização do evento, destacou a importância da pessoa idosa poder contar com a atuação da Ordem. 
 
    “Esta é a Casa que representa a sociedade civil e, portanto, é de vocês. Aquilo que tiverem para reclamar, denunciar, podem nos procurar. Uma das melhores formas para fazer as coisas mudarem é denunciar. Precisamos aprender a fazer isso, que está assegurado dentro da Constituição. Muitas vezes reclamamos, mas nos negamos a denunciar. E eu quero muito que essa consciência mude. Venham a essa Casa e façam a denúncia”, conclamou o advogado.
 
    A presidente do Conselho, a defensora pública Sandra Cristina Alves, explicou o motivo pelo qual o prêmio foi criado, que é incentivar o protagonismo da pessoa idosa. “Nós só vamos conseguir fazer com que os idosos sejam protagonistas e passem a discutir seus direitos se nós unirmos forças. A OAB que nos apoia com tanto carinho é sempre nossa casa e todos os nossos parceiros. Sei que estão aceitando este desafio, que estão vindo e participando cada vez mais”. 
 
    O evento teve uma série de apresentações culturais protagonizadas por grupos de idosos de vários lugares da região, além da banda da Polícia Militar de Mato Grosso. img
 
 
 
Assessoria de Imprensa OAB-MT
imprensaoabmt@gmail.com
(65) 3613-0929
www.twitter.com.br/oabmt
www.facebook.com.br/oabmatogrosso

Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp