PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO - 26ª SUBSEÇÃO DE COMODORO

Curso - Detalhes | mais cursos

CURSO: INTRODUÇÃO AO BITCOIN, BLOCKCHAIN E SMART CONTRACTS - TELEPRESENCIAL

Total de Vagas: 14
Data Limite de Inscrição: 15/03/2019
Carga Horária: 6h
Datas de Realização: 18 e 20/03/2019 - Horário das 08h00 às 11h00
Município: CUIABÁ
Local: SALA DA ESA/MT
Preço por Perfil:
  • Advogado(a) Regular: R$ 50
  • Estagiário: R$ 20
  • Estudante: R$ 30
  • Jovem Advocacia Regular: R$ 40
  • Público Geral: R$ 70

Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp

Descrição:

CURSO: INTRODUÇÃO AO BITCOIN, BLOCKCHAIN E SMART CONTRACTS

Objetivo:

Apresentar aos participantes os principais conceitos tecnológicos relacionados com os bitcoins e os contratos inteligentes (smart contracts). Avaliar as possibilidades do uso das criptomoedas no dia a dia da economia e seus possíveis impactos nas relações empresariais e de negócios. Analisar, à luz dos princípios gerais do Direito, os desafios a segurança jurídica nas transações envolvendo negócios com criptomoedas.

Esposição:

Rodson Ferreira

Marcelo Succi

Programação:

18/03 - Segunda-feira

Parte I: Introdução (visão geral).

O que é bitcoin - conceitos básicos. Como surgiu o bitcoin - seu histórico.

Parte II: Tecnologias e arquiteturas. Entendendo a blockchain. Entendendo o bitcoin. Mineração de Bitcoin. Aplicações em biockchain. Muito além do bitcoin: outras moedas e aplicações. Plataforma Ethereum e a moeda Ether (ETH). Contratos inteligentes (smart contracts). Exemplos de aplicações descentralizadas.

20/03 - Quarta-feira

Parte III: Negócios.

O que é uma carteira bitcoin: como ela funciona? Quais são os tipos de carteiras bitcoins. Aprendendo a criar uma carteira de criptomoedas: multiconta e multimoeda. As principais plataformas e aplicativos para carteira e criptomoedas. As principais exchanges de bitcoins brasileiras. Como pagar em bitcoins. Como receber em bitcoins.

Parte IV: Jurídico e regulatório.

Visão geral sbre a regulamentação internacional das criptomoedas. Principais modelos brasileiros de autorregulamentação. Projeto de Lei n° 2.303/2015. Orientação CVM e Banco Central do brasil.

Fundamentação e reflexos jurídicos das criptomoedas. Crowdfunding via initial coin offering (ICO - oferta inicial de criptomoedas).



Voltar para pesquisa